3 melhores práticas para garantir a segurança da informação nas empresas

Uma das grandes preocupações que afligem empresas de todos portes é a possibilidade da perda de informações. Seja por ataques ou, até mesmo, por acidentes, perder os dados contidos em um computador ou HD é um transtorno que resulta em dias, meses ou anos de trabalho jogados fora. Por isso, é importante garantir a segurança da informação nas empresas.

Para que esse problema seja evitado, algumas boas práticas devem ser adotadas com a finalidade de assegurar a devida segurança das informações importantes em casos de perda. Isso também vale para os dados restritos a um grupo de funcionários. Desse modo, é possível evitar muita dor de cabeça e perda de trabalho.

Neste post, mostraremos as três melhores práticas para garantir a segurança da informação na sua empresa. Boa leitura!

1. Manter os softwares atualizados

Sempre mantenha os sistemas operacionais e softwares atualizados. Os fabricantes desses produtos desenvolvem constantemente correções e atualizações que melhoram o desempenho e proporcionam uma maior proteção contra ataques cibernéticos.

Essas atualizações são essenciais porque os malwares, de modo geral, conseguem atacar as vulnerabilidades mais recentes de cada software. Sendo assim, eles sempre exploram aplicações antigas, que provavelmente já foram corrigidas em suas últimas versões. Ou seja, quanto mais recente é a versão dos seus sistemas, mais seguros eles são.

2. Implementar uma política de segurança

A área de segurança deve ser levada muito a sério, precisando de protocolos a serem seguidos e documentados. As políticas de segurança da informação só apresentam eficácia quando os profissionais passam a atuar de forma preventiva.

As políticas de segurança precisam sempre refletir a prática. Caso isso não aconteça, é impossível executá-las quando publicadas, visto que o trabalho em questão não é compatível. Portanto, é mais adequado mantê-las como orientações com as quais todos os colaboradores concordem e estejam dispostos a cumprir sem precisar fazer algo muito abrangente a que poucos se atentaram.

3. Ter controle sobre os acessos

O acesso às informações da empresa também é um ponto que merece a sua atenção. Nem todos os dados armazenados devem estar ao alcance de qualquer funcionário. Por isso, o uso de softwares de criptografia e senhas garante que somente profissionais específicos consigam acessar determinados arquivos.

Desse modo, as chances de que alguma informação caia nas mãos erradas são diminuídas drasticamente. Essa medida também proporciona mais controle aos gestores, que podem analisar quem acessou certo arquivo e em que momento isso foi feito. Tudo é vistoriado, evitando fraudes e ataques internos.

Seguindo essas três boas práticas é possível garantir que os dados mais importantes da sua empresa estejam sempre seguros contra possíveis ataques, acidentes ou violações. Outra solução que vale a pena ser explorada é o uso de softwares de gerenciamento de dispositivos móveis (MDM), que pode agregar segurança da informação mais focada nos mobiles da empresa.

Gostou deste post sobre segurança da informação nas empresas? Compartilhe-o nas redes sociais e ajude-nos a alcançar mais pessoas que, assim como você, gostam desse assunto!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

5 Comentários

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.