urmobo MDM IOT EMM

Afinal, o que é IoT e qual a relação com a segurança de dados?

A transformação digital das empresas é fundamental para garantir uma vantagem competitiva e melhorar os processos, a qualidade de vida dos colaboradores, além de entender mais sobre o consumidor e entregar produtos e serviços de qualidade. Hoje, a possibilidade de conectar dispositivos para torná-los mais inteligentes e eficientes já é uma realidade. Portanto, é preciso saber o que é IoT.

Nos sistemas de segurança, notebooks e ciclos de TI, a Internet das Coisas (IoT) não para de dominar o mercado e gerar melhorias para usuários e marcas. Neste post, falaremos sobre a IoT e suas aplicações na área de TI dentro das empresas. Ficou interessado? É simples, basta continuar a leitura. Vamos lá?

O que é IoT

Internet das coisas (IoT) é um conjunto de dispositivos que estão conectados à internet e podem funcionar de maneira remota e independente. Nesse sentido, pode ser em objetos simples que são utilizados no dia a dia, como geladeiras, fogão, cafeteira, alarme etc., até em sistemas mais complexos, por exemplo, as cidades inteligentes.

Dessa maneira, é possível programar para que o alarme do despertador acione automaticamente a cafeteira e um dispositivo de som comece a tocar uma música. Todo esse sistema funciona de maneira independente e inteligente.

O IoT é focado para que todos os equipamentos eletrônicos do cotidiano de uma pessoa, uma empresa ou cidade, estejam conectados e funcionando sem a necessidade de intervenção humana intensa. Assim, qualquer objeto eletrônico pode ser conectado à internet e se beneficiar da Internet das Coisas, com o intuito de facilitar o dia a dia dos usuários e até automatizar tarefas corriqueiras.

Ainda, a conectividade relacionada ao IoT pode ser feita de diversas maneiras, como radiofrequência, internet, Wi-Fi, bluetooth etc. Além disso, as aplicações podem armazenar informação, efetuar uma determinada ação ou enviar uma resposta automática. Esse sistema também é bastante importante para o mundo corporativo, logo, as equipes de TI podem, e devem, atentar-se para o seu uso. 

Para o setor de Tecnologia da Informação, a utilização da Internet das coisas já é bastante disseminada e proporciona ganhos para a equipe e para a empresa em geral. Separamos alguns exemplos para que você tenha uma ideia mais nítida. Acompanhe!

Segurança de dados

A segurança de dados é um dos temas mais presentes atualmente. Já que o Big Data e a capacidade das empresas coletarem, armazenarem e utilizarem as informações dos clientes é cada vez maior. Portanto, é preciso investir em segurança da informação para que não haja a incorreta utilização desses dados. 

Nesse sentido, setores de TI devem investir cada vez mais em ferramentas e softwares que, de maneira inteligente e conectada, mantenham a segurança desses dados.

Controle e ambiente

Sensores são inseridos nos dispositivos de uma empresa, permitindo a comunicação entre os mesmos. Dessa maneira, os dispositivos podem ter um controle total do ambiente e verificar possíveis ameaças, oportunidades ou prever falhas. 

Assim, o ambiente é fiscalizado pelos próprios dispositivos, que repassam as informações relevantes para a central, possibilitando que o prestador de serviço se antecipe a qualquer imprevisto.

Hoje, alguns softwares já permitem que esses sensores sejam instalados nos dispositivos de clientes para que os mesmos possam fazer coleta e análise de informações, bem como um total controle de maneira remota.

M2M

Esse é um padrão chamado: Machine to Machine (M2M). Trata-se de uma automação de dispositivos inteligentes, que faz com eles possam se comunicar de maneira independente entre si e uma central, bem como entender o mundo ao redor e suas responsabilidades. Ainda, com o M2M, os dispositivos podem realizar suas funções de maneira mais independente.

Além disso, podemos entender o M2M como o gerenciamento remoto de aplicações sem a necessidade de intervenção ou de fios, onde acontece uma troca de informações em tempo real e as tomadas de decisões necessárias ocorrem de maneira mais eficiente e imediata, sem intervenção humana.

Por fim, o M2M utiliza sensores em dispositivos, que são equipados com um cartão que permite que o dispositivo se comunique, trocando informações e dados com uma central, que os coleta e os transforma em informações extremamente relevantes. Assim, caso haja a necessidade de tomar alguma decisão, o próprio sistema pode atuar e converter em uma ação imediata.

Botão AWS IoT

Empresas como a Amazon, que são referência em segmentos como esse, desenvolvem hardwares que permitem a personalização de dispositivos com poucos cliques e sem a necessidade de codificação complexa.

Nesse sentido, uma ferramenta pode funcionar por meio do Wi-Fi e realizar notificações sobre alguma falha ou necessidade para que terceiros solucionem o problema sem precisar de uma intervenção direta.

A importância da IoT para o mundo empresarial

Empresas que utilizam a IoT estão um passo à frente da concorrência e dispõem de processos e serviços muito mais automatizados e digitalizados. Dessa forma, processos, ferramentas e equipamentos podem agir de modo mais eficiente, inteligente e conectado.

Nesse contexto, desde processos simples, como empacotamento de produtos, a questões mais administrativas, como painéis e planilhas interativas, trata-se de melhorias que a Internet das Coisas proporciona para um negócio. Com máquinas mais inteligentes e conectadas, os equipamentos podem realizar um gerenciamento de sua produtividade e prever falhas ou a necessidade de manutenção para otimizar a produção.

Além disso, o levantamento de dados que esse sistema proporciona é gigantesco. Quando utilizados no varejo, por exemplo, a automatização do negócio permite identificar comportamentos dos clientes, como o horário de maior fluxo ou o setor da loja que é mais visitado, além de otimizar a gestão de estoque e conhecer muito mais sobre a persona da empresa.

Como vimos, a Internet das Coisas já traz soluções para atividades corriqueiras e faz os processos se tornarem mais otimizados dentro dos negócios e na vida dos usuários. A área de TI já tem uma relação com a IoT, mas a tendência é que cada vez mais essas aplicações estejam presentes no cotidiano das pessoas e das empresas. Portanto, saber o que é IoT, entender seus conceitos e como aplicá-lo na vida e nos negócios é indispensável.

Se você gostou do artigo e quer ter acesso a mais conteúdos como esse, siga nossas redes sociais e se mantenha atualizado. Estamos no Facebook, LinkedIn, YouTube e Instagram!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

1 Comentário

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.